1 - O serviço fiscal competente deve organizar em relação a cada sujeito passivo um processo, com caráter sigiloso, em que se incorporem as declarações e outros elementos que se relacionem com o mesmo.

2 - Os sujeitos passivos, através de representante devidamente credenciado, podem examinar no respetivo serviço fiscal o ...

1 - O serviço fiscal competente deve organizar em relação a cada sujeito passivo um processo, com caráter sigiloso, em que se incorporem as declarações e outros elementos que se relacionem com o mesmo.

2 - Os sujeitos passivos, através de representante devidamente credenciado, podem examinar no respetivo serviço fiscal o seu processo individual.

[ver mais]

Todas as informações fornecidas pelos sujeitos passivos são arquivadas em processos individuais pelos serviços fiscais competentes, devendo o registo estar actualizado no caso de alterações verificadas em relação a elementos anteriormente declarados ou de cessação de actividade. É permitido aos sujeitos passivos ou representantes devidamente credenciados consultar os processos individuais.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Obtenha acesso a este e muitos outros conteúdos

Ver planos e ofertas Já sou assinante

Options